Google+ Badge

LG G3 é lançado no Brasil por 2.299 reais (mais 4 notícias)

LG G3 é lançado no Brasil por 2.299 reais (mais 4 notícias)

Link to Tecnoblog

LG G3 é lançado no Brasil por 2.299 reais

Posted: 22 Jul 2014 04:24 PM PDT

Um dos smartphones mais cobiçados da atualidade acaba de desembarcar oficialmente no Brasil: o LG G3 foi lançado na tarde desta terça-feira (22) durante um pomposo evento realizado em São Paulo. O modelo, que se destaca por sua tela IPS de 5,5 polegadas com uma assombrosa resolução de 2560×1440 pixels, chega com preço sugerido de R$ 2.299.

LG G3

A versão anunciada para o Brasil é a mais simples, pelo menos nesta fase de lançamento. Enquanto em alguns países a LG oferece o G3 com 3 GB de memória RAM e 32 GB para armazenamento interno de dados, por aqui, o modelo vem apenas 2 GB de RAM e 16 GB de storage.

Quanto às demais especificações, felizmente, não há cortes: o LG G3 comercializado no Brasil é equipado com chip quad-core Snapdragon 801 de 2,5 GHz e GPU Adreno 330, câmera traseira de 13 megapixels com foco orientado por laser, além de câmera frontal de 2,1 megapixels.

Completam as especificações do modelo Wi-Fi 802.11ac, Bluetooth 4.0, NFC, porta micro-USB 2.0, 4G compatível com as redes brasileiras, slot para microSD de até 128 GB e bateria de 3.000 mAh.

Mas o destaque do G3 fica mesmo para a sua tela: a resolução de 2560×1440 pixels (Quad HD) dentro de um espaço de 5,5 polegadas faz com que o componente tenha a impressionante densidade de 538 ppi (pixels por polegadas) – exagero ou não, o componente capricha na exibição de imagens e torna praticamente impossível distinguir pixels ali.

O visual externo do G3 remete ao G2, mas este último recebeu um cuidado tão grande quanto ao design que a decisão de reaproveitar as suas principais características não é ruim. Como consequência, o G3 acaba se mostrando um aparelho bonito e funcional: a parte frontal ocupa 76,4% da área frontal, os botões para ligar o aparelho e controlar o volume continuam convenientemente localizados na parte traseira e a tampa desta tem uma textura confortável e à prova de marcas de dedo.

LG G3 - Interface

Complementa a boa aparência do G3 o seu software: rodando sobre o Android 4.4.2 (KitKat), a interface tem visual que aproveita bem o potencial da tela e segue a tendência “flat”, apresentando uma boa combinação de linhas suaves com tons de cores mais sóbrios.

G Watch

A LG aproveitou o evento de hoje para também trazer o G Watch, um dos primeiros relógios inteligentes baseado no Android Wear. O dispositivo vem com tela de 1,65 polegada, chip Snapdragon 400 de 1,2 GHz, 512 MB de RAM, 4 GB para armazenamento interno e bateria de 4.000 mAh.

LG G Watch

Como é de se esperar, o relógio é focado em funções próprias para atividades esportivas, sendo capaz, por exemplo, de medir distâncias percorridas. Além disso, pode executar áudio, exibir mensagens, mostrar informações a partir do Google Now, entre outros.

No Brasil, o G Watch chega com preço sugerido de R$ 699.

Este post será atualizado.

LG G3 é lançado no Brasil por 2.299 reais








Equipe estreante fica em primeiro lugar e leva US$ 5 milhões no mundial de Dota 2

Posted: 22 Jul 2014 01:04 PM PDT

Acabou ontem a quarta edição do The International, campeonato mundial de Dota 2 que acontece em Seattle e que, neste ano, premiou o primeiro lugar, uma equipe que foi formada neste ano mesmo, com pouco mais de 5 milhões de dólares.

Chamado de Newbee, o time é formado apenas por jogadores chineses, assim como o que ficou com o segundo lugar, Vici Gaming. Esta, inclusive, permaneceu invicta durante todo o campeonato até chegar à final.

0721_133149_quentin_postgame_203941

Na melhor de 5 que definiu o campeão, a Vici levou a primeira partida, mas perdeu outras três seguidas para a Newbee, ficando com o segundo lugar e um prêmio de 1,5 milhão. O terceiro lugar é dos americanos do Evil Geniuses, que levaram 1 milhão.

O  The International neste ano marcou a cena de eSports. Além de ter sido transmitido na TV americana por um canal de esportes “tradicionais”, a ESPN, que abriu espaço na ESPN 2 e ESPN 3 para as transmissões, também foi a competição de games com maior prêmio da história. Mais de 10 milhões de dólares foram distribuídos – muito mais que o entregue em competições como Super Bowl ou Tour de France.

Esse montante foi obtido em uma espécie de crowdfunding em que, a cada venda do livro virtual The Compendium, 2,50 dólares eram acrescentados ao montante. Em comparação, no ano passado o primeiro lugar levou 1,4 milhão de dólares.

Com informações: Gamespot

Equipe estreante fica em primeiro lugar e leva US$ 5 milhões no mundial de Dota 2








Marca de sucos naturais lança smartband por R$ 229

Posted: 22 Jul 2014 11:12 AM PDT

A gente não esperava que a primeira smartband brasileira fosse feita por uma marca de sucos, mas vamos lá: a Do Bem está lançando sua smartband, chamada Máquina. Assim como a marca, ela tem como mote a busca por uma vida saudável – ou seja, é mais uma pulseira fitness para colocar na lista.

A Máquina, por meio de um sensor triaxial interno, consegue captar informações como quantidade de passos dados, calorias queimadas, distância percorrida e qualidade do sono. Segundo a campanha, um dos pontos positivos da Máquina é a precisão para captar esses dados. Outro destaque é a duração da bateria que, de acordo com a própria empresa, chega a 7 dias.

maquian

As informações obtidas são enviadas para o smartphone via Bluetooth e o progresso pode ser visto em gráficos no aplicativo da Máquina. Mas tem um “porém”: por enquanto, a Máquina só conversa com iOS.

Como dá para ver nas imagens de divulgação, ela é bem simples. No visor, conta com LEDs coloridos que comunicam o necessário – por exemplo, como está sua evolução de acordo com as cores verde, amarelo e vermelho – e, para carregar a bateria, é preciso encaixar uma peça, na qual um cabo USB é conectado, similar à Gear Fit da Samsung.

A Máquina está disponível em duas cores bem sóbrias: preto e “marrom couro”. O preço é de R$ 229 e ela está à venda no site da Do Bem.

Com informações: Brainstorm9

Marca de sucos naturais lança smartband por R$ 229








Nissim Ourfali perde processo contra Google; vídeo do Bar Mitzvah continua no ar

Posted: 22 Jul 2014 09:28 AM PDT

Dois anos depois do início do processo, finalmente saiu a decisão judicial do caso da família de Nissim Ourfali contra o Google. E ele é desfavorável ao garoto: o Google não tem a obrigação de remover os vídeos e demais citações ao vídeo.

A sentença foi proferida no mês passado. Para quem não lembra, o tal vídeo do Nissim Ourfali era uma paródia da música What Makes You Beautiful, do One Direction, com cenas protagonizadas com muito chroma key pelo garoto, que na época tinha 13 anos. Ele foi feito com a intenção de convidar sua família para seu Bar Mitzvah.

Isso é algo bem comum, na verdade: é fácil de encontrar pela internet afora vídeos de garotos de todo o mundo que fizeram videoclipes personalizados com esse fim.

2012-549422343-globo-66dw2n5m2e8tmltpgj_original.jpg_20120902

O vídeo de Nissim era para ter sido postado somente para convidados, mas o pai do garoto o deixou público e ele explodiu em visualizações. Mesmo tirando do ar logo depois, foi replicado em diversos outros perfis no YouTube e outros sites, além de ter originado diversos memes e sátiras. Em 2012, o Google foi obrigado a fazer uma limpeza e tirar o vídeo do ar em diversos endereços, mas a medida foi pouco eficaz: logo, ele voltou em outros.

O juiz Arthus Fucci Wady, da 1ª Vara Cível de São Paulo, julgou, agora, que seria impossível pedir ao Google que removesse todas as páginas de sites que lhe pertençam, como o YouTube e o Orkut, e utilizassem o nome, imagem e voz do garoto sem ter todos os links. E o vídeo de Nissim “deu frutos” até fora da internet – na época, a música era ouvida até em baladas. “Cada um desses novos 'produtos' foram, por sua vez, novamente replicados, copiados e alterados provocando um efeito em cadeia incontrolável”, diz o relato do juiz.

Dessa forma, o vídeo pode continuar no ar, sem a obrigatoriedade de remoção por parte do Google. A família de Nissim, no entanto, ainda pode entrar com recurso.

Com informações: O Globo

Nissim Ourfali perde processo contra Google; vídeo do Bar Mitzvah continua no ar








Governo reduz cota de isenção terrestre para US$ 150, mas volta atrás rapidinho

Posted: 22 Jul 2014 07:19 AM PDT

Não seja pego de surpresa: se você estiver viajando para outro país e retornar ao Brasil por meios terrestres, fluviais ou lacustres (estradas, rios ou lagos), deverá pagar imposto de importação caso suas compras excedam 150 dólares. A cota de isenção foi cortada pela metade em relação ao valor de 300 dólares, que era aplicado desde 2005. A medida deve afetar principalmente quem viaja ao Paraguai para comprar eletrônicos.

A cota de isenção de 150 dólares foi disposta na Portaria nº 307, de 17 de julho de 2014, publicada no Diário Oficial da União nesta segunda-feira (21). Um funcionário da Receita Federal de Santana do Livramento (RS) afirma ao Zero Hora que algumas pessoas já foram surpreendidas e tiveram que pagar mais imposto do que esperavam. A portaria define ainda que compras feitas nos free shops da fronteira terão cota de isenção de 300 dólares.

Aduana da Ponte da Amizade, em Foz do Iguaçu (Foto: J. C. de Carvalho/Panoramio)

Aduana da Ponte da Amizade, em Foz do Iguaçu (Foto: J. C. de Carvalho/Panoramio)

Pelas regras, o viajante é obrigado a pagar imposto de 50% sobre o valor excedente de 150 dólares (ou equivalente em outra moeda). Dessa forma, se você fizer compras no Paraguai no total de 400 dólares, deverá pagar 125 dólares em taxas quando retornar ao Brasil, por exemplo. Bens de uso ou consumo pessoal (como celulares, desde que estejam usados), além de livros, folhetos e periódicos, não são adicionados à cota de isenção.

O novo limite vale apenas para quem retorna ao Brasil por meios terrestres, fluviais ou lacustres. Para os que entram no país de avião, a cota de isenção continua sendo de 500 dólares. Por enquanto.

O governo vem fechando o cerco contra as importações. Em setembro, a Receita Federal planeja começar a testar um sistema que automatizará o controle de pacotes que chegam de outros países e, consequentemente, fará com que menos encomendas escapem dos impostos. Recentemente, os Correios confirmaram que cobrarão R$ 12 para cada pacote vindo de fora do Brasil, caso sejam taxados.

Atualização às 13h08: apenas um dia após a publicação da medida, o governo voltou atrás em sua decisão. De acordo com o secretário da Receita Federal, Carlos Alberto Barreto, em declaração ao G1, a redução da cota de importação por terra está suspensa por, pelo menos, seis meses. Até 2015, será possível entrar no Brasil com até US$ 300 sem pagar imposto de importação.

Dica do Edison Luiz no grupo do Tecnoblog no Facebook. Obrigado!

Governo reduz cota de isenção terrestre para US$ 150, mas volta atrás rapidinho








Read more »